Tendências do e-commerce: Como o Conversational commerce pode impactar o seu negócio

Tendências do e-commerce: Como o Conversational commerce pode impactar o seu negócio

Para se ter um e-commerce de sucesso não se pode depender apenas do sortimento de produtos, preços interessantes e uma boa estratégia de marketing. É preciso saber se comunicar com os clientes em seus canais de forma conveniente.

Estamos cada vez mais mergulhando fundo em uma nova forma do comércio, onde os consumidores consideram a conveniência, agilidade e simplicidade requisitos fundamentes para realizar suas compras.

Desta forma, o conversational commerce vem ganhado destaque sendo uma realidade em muitos países e se tornando uma tendência que nos próximos 3 ou 5 anos se tornara comum entre os varejistas e fabricantes do comércio eletrônico.

Neste artigo, você conhecerá um pouco mais sobre o conversational commerce, tendência que vem mudando o varejo online e impactando positivamente a experiência de compra do consumidor.

O que é conversational commerce?

O termo conversational commerce foi usado pela primeira vez por Chris Messina e se refere a qualquer tipo de conversa em tempo real entre marcas e clientes seja por aplicativos de mensagens, chatbots, inteligência artificial ou pessoas, com o objetivo de vender ou comprar.

O conceito do conversational commerce vai além do uso de aplicativos de mensagens para a venda de produtos, é uma combinação entre serviços de consulta, atualização de pedidos, informações de pagamento e muito mais. 

Desta forma, o cliente tem muito mais agilidade em encontrar exatamente o que procura, sem precisar perder tempo navegando pelo site em busca de informações específicas. O conversational commerce consegue dispor mais conveniência na jornada de compra do consumidor através deste que possibilita conversas com a marca.

Quais as vantagens de utilizar o conversational commerce em sua estratégia?

Não é de hoje que as pessoas demonstram que valorizam a interação social, o que leva muitos varejistas online a utilizar inteligência artificial, ferramentas de mídia social e estratégias personalizadas de atendimento para melhorar a experiência de compra em seus canais.

Uma pesquisa realizada pelo Facebook mostra que cerca de 66% dos consumidores ficam mais confiantes em fazer uma compra quando a empresa é ativa em aplicativos de mensagens. Desta forma, o conversational commerce tem impacto positivo na estratégia de negócios online, como:

  • Personalização de atendimento, uma vez que o foco desta estratégia é a experiência nos canais digitais ser tão exclusiva quanto o que acontece em uma compra em loja física.
  • Reduz o tempo de espera do cliente, devido ao uso de inteligência artificial como forma de proporcional conveniência ao cliente e ao varejista online.
  • Foco na confiança e fidelidade do cliente, já que o conversational commerce por der usado como ferramenta para redefinir compras e expandir a personalização do processo de venda.
  • Personalização no pós-venda, por possibilitar a retenção de clientes e mantendo um ponto de contato entre ambas as partes.
  • Experiência de compra aprimorada em todos os canais, uma vez que é uma excelente ferramenta para operações omnichannel e que trabalham com lojas físicas.

Se bem trabalhado, o conversational commerce pode ser um aliado forte para a satisfação do cliente e ganho de conversões. O processo todo entrega mais segurança para o consumidor, além de conveniência e facilidade no atendimento, na venda e no pós-venda. 

Gostou de conhecer o conversational commerce? Se quiser aprofundar ainda mais sobre as tendências para o e-commerce, leia nosso e-book “Tendências para o e-commerce 2022”.

Deja un comentario

Ten en cuenta que los comentarios deben aprobarse antes de que se publiquen.